Como usar corretamente porquê, por que, por quê e porque – Guia prático

Um dos grandes problemas enfrentados por muita gente que quer ser profissional ou quer escrever bem em seus blogs é saber como usar os porquês. Isto é Português básico mas geralmente escapa a muitas pessoas (eu mesmo sinto-me perdido em algumas situações de uso dos porquês). Portanto, hoje vou ensinar vocês a nunca mais se perderem ao usar os porquês em seus posts.

Basicamente, temos 4 porquês: “porque“, “por que“, “porquê” e “por quê“. Lembro-me que minha professora da 2ª série do Ensino Fundamental nos passou uma folhinha com tudo indicado e eu a li com entusiasmo. Na prova dos porquês, fui o único aluno que tirou 10. Vou tentar repassar algo semelhante àquela bendita folhinha aqui no site:

Aprenda a usar corretamente o porquês

Porque

porque junto e sem acento é utilizado apenas quando afirmamos alguma coisa ou quando perguntamos algo e, nesta pergunta, existe uma hipótese de resposta. Exemplos:

  1. Ele está fazendo tudo porque gosta dela. (afirmação)
  2. Você quer fazer aquilo porque gosta dela? (pergunta com hipótese de resposta, que é mais ou menos quando você tenta deduzir o porquê de algo, fazendo uma pergunta ao mesmo tempo)

Por que

por que separado e sem acento é utilizado também de duas formas: em perguntas normais com o por que no meio da frase ou quando podemos afirmar algo colocando a palavra “motivo” na frente. Exemplos:

  1. Por que você está fazendo isto?
  2. Ele explicou por que motivo está fazendo isto.
Transferwise economize em remessas internacionais

Porquê

Você pode usar este tipo de porquê quando, ao invés de poder colocar a palavra “motivo” na frente dele (como usado no “por que”), podemos substituir esta palavra pelo porquê. Ou, também, quando podemos colocar a letra “o” na frente do porquê. Exemplos:

  1. Ela não explicou o porquê (o motivo, a causa) de ter escrito aquilo em seu blog.
  2. Existem muitos porquês (motivos, causas) para o blog dele ficar no topo do Google.

Por quê

por quê, separado e com acento, é usado em afirmações quando o por quê vai no fim da frase ou em perguntas quando o por quê fica sozinho em uma frase ou oração. Exemplos:

  1. O artigo perdeu posicionamento no Google mas ele não soube explicar por quê.
  2. Eu não estou no Google! Por quê???

Viu como é simples? Só basta se esforçar um pouquinho e não tem erro!

No vídeo abaixo você pode ver também como usar corretamente os porquês:

Para nunca mais errar

Não custa nada favoritar esta página em seu navegador e, sempre que tiver dúvidas sobre como usar os porquês em seu blog e em seus posts, dar uma passada pelo meu texto e encontrar o porquê correto para utilizar.

Espero que este mini-tutorial de uso dos porquês tenha sido útil para você. Lembre-se: conteúdo de qualidade e topo do Google também é escrever um português correto!

Artigo Publicado por Alan Niemies

Veja Também

Deixe um comentário